2 dias em Montevidéu

Como já havia falado no primeiro post da série, saímos de Punta del Este e seguimos em direção Montevidéu na tarde do terceiro dia de viagem. Chegamos a Montevidéu já no finzinho da tarde, fizemos o check-in no hotel, uma leve caminhada na orla e depois voltamos ao hotel, pois eu estava super cansado do dia e de dirigir. O plano era exatamente esse, chegar no dia anterior e curtir os próximos 2 dias em Montevidéu com tranquilidade. Mas 2 dias em Montevidéu são suficientes para conhecer a cidade? Eu entendo que para o turista, os 2 dias inteiros são suficientes para a parte turística – é claro que nenhuma cidade inteira a gente consegue conhecer nesse pouco tempo.

Quem vai viajar para conhecer Montevidéu e Punta del Este, é importante que leiam os meus posts anteriores. O primeiro falo sobre Montevidéu e Punta del Este em 5 dias e o outro é exclusivo sobre Punta del Este. Nesses posts eu conto um pouco sobre como chegar, dicas de aluguel de carro, dicas de como economizar utilizando cartão de crédito, entre outras dicas.

Dia 1

No dia seguinte de nossa chegada – que aqui vou considerar como o primeiro dia -, acordamos cedo e já partimos para o nosso roteiro pela Ciudad Vieja (Cidade Velha). Nessa parte da cidade você pode fazer tudo a pé, ou seja, estacione o carro em algum lugar e explore a cidade.

plaza-independencia

Plaza Independência é onde fica localizada a estatua do General José Artigas, uma das figuras políticas mais importantes do país. Abaixo de sua estatua, encontra-se o mausoléu onde estão suas cinzas e nas paredes estão descritos episódios históricos da vida do chamado fundador da nacionalidade uruguaia.

plaza-independencia-3

plaza-independencia-2

A Puerta de la Ciudadela também fica localizada na Plaza Independência e representa uma parte que ficou da muralha que cercava a parte mais antiga da cidade de Montevidéu e era a única entrada para essa parte da cidade, sendo seu acesso dado através de ponte levadiça. Não posso deixar de imaginar como seria aquela parte da cidade toda murada no século XVIII.

puerta-de-la-ciudadela

O Palácio Estévez, nos arredores da Plaza Independência, já foi a sede do Governo Presidencial – até 1985 – e hoje é o Museu da Casa do Governo. O museu dedica-se a história da presidência do Uruguai. Vale a pena a visita, mas fotos não são permitidas na parte interna.

O Teatro Solis é um dos lugares que merecem uma visita guiada. Ele não tem a imponência do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, nem tampouco seu luxo, mas é uma parte importante da história do Uruguai e sua visita guiada é bem interessante. Custa cerca de 60 pesos para visita guiada em português. Nas quartas-feira a visitação é gratuita. Aqui você pode checar as informações com horários das visitas e valores.

teatro-solis teatro-solis-2

Após conhecer e caminhar nessa parte da cidade, resolvemos ir ver a cidade do alto no Mirante Panorâmico de Montevidéu (Mirador de La Intendencia). Fica a cerca de 1,5 km de distância da Plaza Independência. Olhar a cidade do alto é algo que eu gosto de fazer, sempre que possível, em minhas viagens. É legal ter uma   dimensão macro do lugar que você está visitando. O acesso é realizado por meio de um elevador panorâmico que dá acesso a um terraço com uma vista de 360º da cidade. Tudo isso é gratuito, mas não esqueça de retirar os ingressos.

mirador-panoramico-3 mirador-panoramico mirador-panoramico-2

Depois de tanto bater pernas, nós já estávamos exaustos e fomos para o hotel tomar um banho e descansar um pouco. No fim da tarde, fomos apreciar o por do sol na Rambla Pte Wilson, próximo ao Clube de Golfe. Imperdível! Leve uma canga, algum lanche e fiquem lá apreciando aquele espetáculo que é o sol se por no meio do Rio da Plata. Recomendo post 5 lugares para ver o por do sol, do blog Viver Uruguai. 

rambla-pte-wilson rambla-pte-wilson-2

Dia 2

Logo pela manhã fomos turistar no famoso letreiro de Montevidéu e tirar algumas fotos. Ele fica numa parte alta e de lá consegue-se avistar toda orla da cidade. Já fiquei de olho onde eu iria dar uma corridinha no fim da tarde.

letreiro-montevideu

Então, seguimos para o Palácio Legislativo do Uruguai que é como o nosso Congresso Nacional. A visita é guiada e possui a disponibilidade de guia em português. Nossa guia foi super simpática, possuía família no Brasil, e explicou com detalhes a história do palácio e do Senado e Câmara dos Deputados. A visita custa 3 dólares e digo que vale muito a pena mesmo. Para detalhes de horário e dias de visitação é melhor acessar diretamente o site do Palácio para ter informações sempre atualizadas. Ah! fotos são permitidas. Sugiro que cheguem mais cedo e explorem a área exterior do palácio e tirem muitas fotos.

palacio-legislativo-10 palacio-legislativo-2 palacio-legislativo-3 palacio-legislativo-5

palacio-legislativo-9 palacio-legislativo-8

À tarde, fomos ao Bairro do Prado conhecer o Jardim Botânico e o Rosedal. Na verdade é uma área verde enorme (102 hectares) com muitas árvores, flores e um espaço maravilhoso para fazer uma caminhada – usem protetor solar no Uruguai sempre, faz muito sol. Nós estendemos nossa canga debaixo de uma árvore e ficamos lá um tempo só curtindo o silêncio e a natureza. O Jardim Botânico fica ao lado do parque Rosedal e também vale muito a visita. Recomendo, novamente, o excelente post Bairro do Prado: Jardim Botânico e Rosedal, do Viver Uruguai.

jardim-botanico-2

No fim da tarde fui dar uma corridinha na Rambla de Montevidéu e assistir a mais um por do sol e, depois, voltamos ao hotel para arrumar as malas e nos preparar para a volta ao Brasil no dia seguinte pela manhã

Espero que tenha gostado do post e que volte a visitar o Sempre na Viagem. Não esqueça de assinar o blog, aí embaixo, para receber as atualizações por email.

Follow us

Bruno Oliveira

Blogueiro em Sempre na Viagem
Carioca, servidor público, amante de viagens e corredor amador. Fascinado por fotografia e por conhecer novos lugares. Blogueiro e, a cada dia, mais ansioso por viver e viajar, é claro.
Follow us

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *