Nova Praça Mauá: Museu do Amanhã e MAR

O mais novo ponto turístico do Centro do Rio de Janeiro é a Praça Mauá com seus museus. Após a famigerada derrubada do viaduto da Perimetral, seguindo o projeto de revitalização da área portuária, a Praça Mauá passou a ser um dos pontos turísticos mais badalados por turistas que visitam o Rio. O motivo disso se deve, principalmente, a dois museus novíssimos e super modernos: o MAR (Museu de Arte do Rio) é composto de dois prédios interligados que são bastante diferentes; já o Museu do Amanhã foi construído inteiramente do zero e, na minha opinião, tem formato de uma nave espacial. Querem saber como chegar? Onde ir primeiro? Quanto custa? Além de dicas para furar a fila – legalmente, é claro. Só continuar por aqui.

Nova Praça Mauá

Museu do Amanha 2

Praça Mauá

A Praça Mauá faz parte de um ousado projeto de revitalização da área portuária do Rio de Janeiro – Porto Maravilha – que foi duramente criticado devido ao enorme custo e transtorno gerado pela derrubada da perimetral. Eu mesmo critiquei severamente a derrubada da via, mas tenho que admitir que, hoje, a região portuária nem parece a mesma. O custo x benefício valeu a pena? Deixo a decisão para cada um.

A Nova Praça Mauá possui wifi livre, um letreiro da #CIDADEOLIMPICA – letreiros estão na moda pelo visto -, dois museus, uma grande praça com bancos, espaço para eventos, além de servir de palco para apresentações de artistas de rua. Nem parece que estamos em pleno centro da cidade do Rio. Nas três ou quatro vezes que estive por lá, vi uma banda de rock se apresentando, um músico tocando Sax e um festival de food trucks. Recentemente, foi inaugurado o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) que margeia toda região portuária e serve de transporte para vários pontos do centro. Achei uma excelente opção para quem quer conhecer o Rio Antigo sem precisar andar muito.

Nova Praça Mauá 2

Um fator de grande destaque é a segurança do local. Antes, a Praça Mauá era um lugar bem perigoso, com muitos mendigos e usuários de drogas. Havia um terminal rodoviário caindo aos pedaços e o viaduto da perimetral que não era, digamos, muito excitante visualmente. Hoje, a área conta com policiamento, guardas municipais e fica ao lado do Primeiro Distrito Naval. Os cariocas e turistas andando pela praça, tirando selfies por toda parte, rindo, comendo nos food trucks e apreciando  a paisagem, é muito bonito de se ver. Senti-me bastante seguro em todas as ocasiões e a impressão de outras pessoas que conversei foi a mesma.

Gostando do post? Assine o Sempre na Viagem.

Como chegar?

Essa parte talvez não seja a mais agradável, principalmente para quem não gosta de sair sem o seu carro. Mas já que elogiamos tanto as cidades Europeias, que tal tentarmos nos acostumar a usar um pouco o transporte público.

A região do Centro do Rio não é o melhor lugar para ir de carro. Há poucas áreas para estacionar, inclusive aos fins de semana. Então, sugiro que vá de táxi, Uber ou metrô. A estação mais próxima de Metrô é a Uruguaiana, saída pela Presidente Vargas. De lá, é só caminhar cerca de 850 metros até chegar a Praça Mauá. Se possível, vá aos fins de semana (cedo para evitar filas) ou, durante a semana fora do horário do rush – ou continue no post até o final que ensinarei como evitar as filas. Quem vem de Niterói, pode ir de barca e caminhar da estação das barcas na Praça XV até lá, cerca de 15 minutos.

VLT Rio

Museu de Arte do Rio (MAR)

O MAR foi o primeiro museu a ser inaugurado na Nova Praça Mauá, em março de 2013, e funciona como um espaço para apoio a educação em parceria com a Secretaria de Educação.

“O MAR está instalado na Praça Mauá, em dois prédios de perfis heterogêneos e interligados: o Palacete Dom João VI, tombado e eclético, e o edifício vizinho, de estilo modernista – originalmente um terminal rodoviário. O antigo palacete abriga as salas de exposição do museu.”

Museu de Arte do Rio (MAR)

Museu de Arte do Rio (MAR) 2Desde a inauguração, eu já estive por duas vezes no Museu. Na primeira, havia uma ótima exposição sobre o Rio de Janeiro que contava a história do Rio com seus problemas, belezas e peculiaridades. A exposição continha muitas fotos e reportagens reproduzidas nas paredes. Foi realmente excelente a visita. Já na segunda vez, as exposições não me chamaram muito atenção. Recordo-me que era algo muito abstrato e eu não sou muito fã desse tipo de obra.

Museu de Arte do Rio (MAR) 3

O que posso dizer é que, independente da exposição, vale muito a pena a visita nem que seja para que você possa subir ao terraço para poder apreciar a linda vista panorâmica de toda Praça Mauá com a Baia de Guanabara e a ponte Rio-Niterói ao fundo. De todo modo, verifique no site as exposições em cartaz na data planejada. Mais adiante falarei sobre os preços e gratuidades.

Museu do Amanhã

Na verdade, trata-se de um museu de ciências repleto de tecnologia e totalmente interativo. A ideia principal do Museu é mostrar às pessoas a nossa relação com o planeta e nos fazer refletir sobre como será o nosso amanhã e das futuras gerações.

Museu do Amanha 7 Museu do Amanha

Assim que você entra no museu, recebe um cartão que será usado para interagir com as dezenas de monitores espalhados na exposição. Após sua visitação, você receberá por email quais foram as áreas que interagiu durante a sua visita.

Museu do Amanha 4 Museu do Amanha 3

A atração principal e primeira experiência do museu é o Cosmos, uma cúpula – semelhante do planetário – onde os visitantes assistem a um filme em 360º sobre a formação do universo e sua constante transformação. Após a sessão de cúpula, o visitante segue para conhecer as outras 4 experiências do Museu, que são: Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nós. É importante percorrer as seções na ordem, pois a intenção é mostrar desde o surgimento do universo, passando pelo ponto que nos encontramos hoje e, ao fim, refletirmos sobre nosso amanhã.

Museu do Amanha 5 Museu do Amanha 4 Museu do Amanha

Museu do Amanha 6

Furando a fila

Vocês devem estar achando estranho, mas não é nada ilegal. Muita gente não sabe, mas a melhor maneira de visitar o Museu do Amanhã é comprando antecipado o ingresso pela internet. Isso mesmo! No site do Museu do Amanhã você pode comprar o ingresso com dia e hora marcada, aí é só chegar lá, procurar algum funcionário e mostrar seu ingresso. Mas é bom avisar que os ingressos pro fim de semana se esgotam mais rápido, então é melhor comprar com pelo menos uns dois dias de antecedência.

ESTÁ GOSTANDO DO POST?
siga sempre na viagem curta sempre na viagem

 

 

Caso queira visitar o MAR (Museu de Arte do Rio) e o Museu do Amanhã no mesmo dia, eu recomendo que visitem primeiro o Museu do Amanhã, pois é o que demanda mais tempo de visitação e você terá que enfrentar ainda uma fila, já dentro do museu, para a sessão de cúpula. Na internet também pode ser comprado o combo que dá direito aos dois Museus Cariocas.

Ingressos e horários

Museu de Arte do Rio (MAR) – R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) – TERÇA A DOMINGO:  10h às 17h
Museu do Amanhã – R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) – TERÇA A DOMINGO:  10h às 18h
Combo (MAR + Museu do Amanha) – R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia)

Gratuidade para estudantes da rede pública de ensino fundamental e médio; professores da rede pública de ensino e de universidades públicas; pessoas com até 5 anos ou a partir de 60 anos; acompanhante necessário de pessoas com deficiência e todas às terças-feiras.

Meia entrada para pessoas com até 21 anos; estudantes de escolas particulares; estudantes de universidades particulares e públicas; pessoas com deficiência e um acompanhante; servidores públicos do município do Rio de Janeiro; moradores ou naturais da cidade do Rio de Janeiro; portadores da carteira de Identidade Jovem; pagamento com cartão Santander (válido somente para o titular do cartão).

Sites:

http://www.museudeartedorio.org.br/
https://www.museudoamanha.org.br/

Espero que tenha gostado do post. Aproveite e assine o Sempre Na Viagem para receber por email as atualizações.

Follow us

Bruno Oliveira

Blogueiro em Sempre na Viagem
Carioca, servidor público, amante de viagens e corredor amador. Fascinado por fotografia e por conhecer novos lugares. Blogueiro e, a cada dia, mais ansioso por viver e viajar, é claro.
Follow us

9 comentários

  • Flávia Maria

    Bruno, gostei muito do post. Estou indo de férias para o Rio e já estou adquirindo os ingressos.
    Indique-me outros atrativos culturais semelhantes a este.
    Agradeço.

    • Flavia,

      Há tantas coisas. Difícil indicar assim sem saber detalhes e quanto tempo vai ficar. Recomendo muito assistir a um concerto no Theatro Municipal do Rio, curtir um samba no Parque das Ruínas em Santa Teresa e visitar o museu histórico nacional no centro. Há também o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio na nova área portuária do Rio. Indico que acesse o blog e clique na categoria do Rio de Janeiro.

      Desejo uma boa viagem.

      Grande abraço,
      Bruno.

  • Sylvio cavalcante

    Primo o blog tá muito bacana, de uma utilidade ímpar pra quem fica perdido toda vez que pensa em conhecer os pontos turìsticos do Rj mesmo morando aqui, as dicas , os detalhes são muito esclarecedores e facilitam demais o nosso lazer. Hoje, não saio com a galera aqui para um passeio no Rj sem passar antes no Blog.Parabéns.

  • Oi Bruno!!

    Agora que li seu post e ADOREI!! Pô, tá profissa!! rsrsrs.

    Eu já tentei algumas vezes ir ao Museu do Amanhã, mas nunca consegui entrar por causa das filas enormes, que bom saber que tem ingresso na internet!!

    Você deixou tudo bem explicadinho e detalhado, só não chega lá quem não quer, kkk.

    Beijos e parabéns.
    Lu

  • Oi, Bruno! Muito bacana seu post!

    Não entendi muito bem como funciona esse cartão interativo. Fiquei curiosa para saber o que você recebeu por email rs.

    O museu do amanhã é muito lindo!
    Eu tb fui uma que reclamou do fim da Perimetral, mas confesso que curti no final das contas. Aquilo que você disse, se o custo x benefício valeu, aí já não sei rs.

    Qualquer dia dou um pulo lá, “furando a fila”, claro! 😉

    Bjks

    • Olá Flavinha,

      Há várias telas com conteúdos interativos diversos sobre cérebro, tempo, futuro, estrelas e etc. Você recebe um cartão (tipo um riocard) e aproxima de um sensor próximo às telas. No primeiro acesso você cadastra seu nome e email. Depois disso, todas as áreas do museu em que você encostar seu cartão e “consumir” o conteúdo interativo ficam registradas e você recebe um email com os tópicos que você aprendeu. É bem interessante.

      Parece que, enfim, o túnel que veio a substituir a perimetral foi inaugurado. Acredito que o trânsito vá melhorar substancialmente. Como não vou mais ao Centro do Rio, o CxB foi ótimo para mim.

      Beijão pra ti.
      Bruno.

  • Brunão, meu camarada!

    Era exatamente desse post que eu estava precisando!

    Cara, estou alucinado com as transformações ocorridas nessa região do Rio. Já dei umas voltas por lá, e até TENTEI conhecer o Museu do Amanhã por duas vezes, mas não consegui (fila gigante 🙁 ).

    Essa dica de comprar pela internet… putz! Vai garantir meu passeio 🙂

    Muito obrigado!

    Grande abraço,

    • Olá Robinho,

      Poxa! Que legal que gostou. A intenção desse post era fazer um resumão de tudo, mas nem ficou tão resumido.

      Antes de saber disso eu também tentei ir por duas vezes e não consegui.

      Grande Abraço,
      Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *