O que fazer em Punta del Este?

A cidade de Punta del Este é um balneário Uruguaio que é conhecido pelo luxo, altos preços e suas mansões exuberantes. Afinal, quem não vê o Conrad Cassino e se lembra do Amaury Junior entrevistando os famosos por lá? A razão do nome Punta é devido ao formato de ponta do balneário. A cidade localiza-se a cerca de 120 km do Aeroporto de Carrasco, em Montevidéu. Veja o post principal Uruguai em 5 dias aqui no blog. Afinal, o que fazer em Punta del Este?

Punta del Este5

Orla de Punta – Em frente ao Conrad Cassino

O que há na cidade? Basicamente muitas praias e uma noite agitada em boates caras e super badaladas pela alta sociedade uruguaia – e brasileira também. É comum ver Ferraris, Porshes e outras super máquinas circulando por lá. Como não sou muito de badalação noturna, me restou conhecer as praias e seus pontos turísticos mais famosos. O centro da cidade fica localizado na ponta, literalmente, e é aonde ocorre a badalação madrugada a dentro.

Melhor época para ir à Punta del Este e quanto tempo ficar

A cidade de Punta del Este só funciona mesmo na alta temporada, ou seja, no período do natal ao o carnaval. Portanto é recomendável que vá nesse período. Na baixa temporada, os preços dos hotéis são bem mais baixos, porém uma grande parte do comércio não funciona. Na minha opinião, se é para ficar hospedado em Punta, vá na alta temporada, mas se for para só fazer um bate e volta de Montevidéu, tanto faz a época que você for. Só não deixe de visitar a Casapueblo e La Mano.

Punta del Este não possui tantas atrações para quem não gosta de noitada. Então, acho que duas diárias são suficientes para conhecer a cidade, proximidades e os pontos turísticos mais interessantes.

Monumento Al Ahogado (La mano)

É uma escultura que simula uma mão saindo da areia para “pegar” as pessoas. O monumento fica localizado na Praia Brava, próximo a parada 4. Também é chamado de “Los Dedos”. Na alta temporada é praticamente impossível tirar uma foto sem que haja uma multidão de pessoas ao redor, inclusive à noite. Essa foto eu tirei quando estava vazio. #sqnPunta Del Este Los Dedos

Casapueblo

Ah! A Casapueblo. Trata-se de uma atração imperdível para quem visita Punta del Este, seja para os mais abastados que estejam dispostos a se hospedar por lá e pagar cerca de R$ 1.000 por uma diária no Hotel Casapueblo, seja para os turistas que querem conhecer a Casapueblo, sua galeria de arte e apreciar o por do sol mais bonito do Uruguai.

Foto Panorâmica da Casapueblo. Fonte: Internet

Foto Panorâmica da Casapueblo. Fonte: Internet

O hotel – ou seria galeria de arte – não fica exatamente em Punta del Este, ele fica localizado em Punta Ballena, a cerca de 14 km do centro de Punta del Este, indo em direção a Montevidéu. É relativamente fácil estacionar ao redor, se chegar até as 17:00, e a entrada custa cerca de R$ 20,00 – com o mesmo ticket você pode ir no dia seguinte sem pagar. Há um café no terraço que é super charmoso e vende comes e bebes para você poder apreciar junto com o Por do Sol. E que Por do Sol!

“A Casapueblo é a antiga casa de verão do artista plástico e arquiteto uruguaio Carlos Páez Vilaró – super celebridade no Uruguai -, atualmente uma cidadela-escultura que inclui um museu, uma galeria de arte e um hotel chamado Hotel Casapueblo ou Club Hotel Casapueblo, que fica dentro da estrutura.” fonte: Wikipedia

Casa Pueblo Por do Sol 2

Por do Sol na Casapueblo

DSC_0183

Por do Sol na Casapueblo

Casapueblo Por do Sol

Por do Sol na Casapueblo

DSC_0112

Carlos Vilaró e sua obra prima – e seu gato

A arquitetura da Casapueblo lembra as casas da costa de Santorini na Grécia e seu desenho foi projetado pelo próprio artista plástisco e escritor, dono da propriedade, Carlos Vilaró, que veio a falecer em fevereiro de 2014, aos 90 anos, e causou uma enorme comoção nacional no Uruguai. A importância do artista era tão grande que ele foi enterrado com honras de estado e seu funeral contou com a presença do Presidente Mujica. DSC_0124 DSC_0120

Assistir ao Por do Sol na Casapueblo é, na minha opinião, a atração mais imperdível de Punta del Este, quiçá da viagem. A dica é chegar antes 17:30hs, conhecer a propriedade – que já é uma obra de arte em si -, a galeria de arte, e depois ficar na sacada apreciando o por do sol ao som de fundo de uma poesia recitada na voz do próprio Vilaró (em Castellano). É uma experiência fenomenal.

O por do sol no Uruguai, no verão, ocorre por volta das 20:30. Assim, dá tempo de sobra de conhecer a Casapueblo e ainda assistir ao lindo crepúsculo.

Praias em Punta

Em Punta del Este há basicamente duas praias que se destacam: a Playa Brava e a Playa Mansa. Os nomes em si já definem as características delas. A mansa é a mais frequentada pelas famílias, com mar calmo e não muito profundo, sendo a ideal para banhos. A Brava, onde fica o monumento “Los Dedos”, é a mais famosa e possui alguns pontos preferidos pelos surfistas.

Punta Del Este Los Dedos 2

Playa Brava Punta del Este

Playa Brava

Playa Mansa

Playa Mansa – Eu, ali no meio!!!

O interessante é que é comum ver gente de todo tipo nas praias em Punta. Alguns estão para se banhar, outros saíram da noitada e foram para a praia com roupa e tudo e outros vão para ler um livro com seu chimarrão e garrafa térmica.

Faro José Ignácio

O Faro – Farol – José Ignácio fica localizado a cerca de 40 km do centro de Punta del Este na cidade de José Ignácio. Foi construído em 1877 e é uma espécie de torre de pedra com cerca de 25 metros de altura. É aberto a visitação e a entrada custa pouco – não me lembro quanto. As pernas tremem para subir todos os seus degraus, mas a vista de 360 graus é recompensadora. A cidade de José Ignácio apresenta restaurantes chiques e ecoturismo, mas nós só fomos mesmo para conhecer a região, andar pela areia e visitar o farol.Farol Santo Ignácio

Punta del Este 3

Casinha de praia humilde

Punta del Este 4

Mais uma casinha de praia

No caminho a cidade de José Ignácio, passamos por algumas praias e fizemos paradas no pontos que achamos mais bonitos. Isso mesmo, sem roteiro. Fica o destaque para a ponte ondulada que é muito interessante e dá um frio na barriga ao passar. Se forem de carro, deem uma acelerada para sentir.Punta del Este Ponte Ondulada

Museo Ralli

O Museo Ralli foi uma grande surpresa. Localizado numa região nobre repleta de mansões dignas de cinema, no bairro de Beverly Hills, o Ralli tem uma proposta de desmistificar a arte e proporcionar a todos os visitantes uma experiência rica e gratuita de artistas latino americanos contemporâneas. Esse museu faz parte de uma organização que possui cinco museus com o mesmo nome em quatro diferentes países – Uruguai, Chile, Israel e España. Todos sempre gratuitos.Museu Ralli

O Museo Ralli possui mais de 6 mil metros quadrados construídos com uma enorme área interna de exposição e dois grandes jardins com diversas esculturas em bronze e mármore. Além disso, possui wifi livre na área dos jardins.Museu Ralli 4 Museu Ralli 3 Museu Ralli 2

Verifique aqui os horários e dias de funcionamento, que variam de acordo com os meses do ano.

Conrad Cassino

Não iriamos visitar o Conrad, visto que não somos adeptos de jogos de azar e também não temos dinheiro pra isso. Mas já que estávamos em Punta e o Hotel Cassino Conrad não deixa de ser um ponto turístico, por que não dar uma passadinha para conhecer? Já no último dia em Punta, após termos feito o check-out do hotel e a de Montevidéu, demos uma parada no Conrad.Conrad Cassino Punta del Este Conrad Cassino Punta del Este 2

Foi a minha primeira vez em um cassino – o do Cruzeiro MSC não conta – e eu fiquei impressionado com o tamanho dele. Fotos são totalmente proibidas lá dentro. Como fomos pela tarde, o cassino estava pouco movimentado e havia umas poucas pessoas nos caça níqueis. Entretanto, valeu a pena conhecer um cassino daquele porte. Ah! O hotel, quem sabe um dia não fico por lá.


Punta del Este fica por aqui. O próximo post será sobre a pacata e linda cidade de Montevidéu.

E você, já foi ao Uruguai? tem dicas para dar? Poste aqui nos comentários.

Follow us

Bruno Oliveira

Blogueiro em Sempre na Viagem
Carioca, servidor público, amante de viagens e corredor amador. Fascinado por fotografia e por conhecer novos lugares. Blogueiro e, a cada dia, mais ansioso por viver e viajar, é claro.
Follow us

2 comentários

  • Bruno, adorei o post!

    O que mais gostei foi a Casapueblo, iria só pra conhecê-la, já que não ligo muito para praias. Muito legal! Adoro galerias de arte e por do sol, que aliás, muito lindo esse hein!! A junção dos dois torna o lugar especial, sem contar a construção, que é belíssima.
    Gostei também de saber um pouco da história do artista e da construção.

    Também curti a ponte ondulada!

    Belo post!

    Bjos,
    Flávia

    • Olá Flavinha,

      A Casapueblo é especial demais mesmo, tanto pela história quanto pela arte. No seu caso, valeria a pena conhecer Montevidéu e fazer um bate e volta em Punta del Este para conhecer a Casapueblo e Los dedos. O museu Ralli também merece uma visita.

      Beijos e obrigado.
      Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *